Os RAstar 3200W, que sairão nos próximos dias do porto de Izmit em direção à América, contam com um projeto de última geração e prestarão serviços no terminal de GNL da Energía del Pacífico.

 

Istambul, 9 março de 2021. Nos próximos dias, a frota de rebocadores da SAAM Towage continuará a crescer, com a incorporação de duas novas embarcações, SAAM Acaxual y SAAM Centzunat, que contam com o projeto de Robert Allan Ltd. e que prestarão serviços no terminal de gás natural liquefeito (GNL) da Energía del Pacífico em El Salvador.

Primeiro, assinamos o contrato com o estaleiro Uzmar, que foi responsável pela construção. Os novos rebocadores foram, então, entregues para a empresa holandesa Redwise Maritime BV que será encarregada pelo seu transporte das embarcações desde o porto de Izmit (Turquia) até o porto de Acajutla (El Salvador), passando pelo Canal do Panamá. A viagem será iniciada no dia 12 de março e deve durar aproximadamente 40 dias, conforme estimativas.

“Estamos muito felizes de receber esses rebocadores de primeira linha, dentro dos elevados padrões de qualidade que conhecemos da Uzmar. O projeto se desenvolveu com sucesso, mesmo com as restrições impostas pela pandemia, as quais pudemos juntos superar, realizando as entregas sem atrasos e de acordo com as condições acordadas inicialmente. Foi um grande desafio. Poder concluí-lo com sucesso nos permitirá prestar o melhor serviço para a Energía del Pacífico”, explicou o gerente Técnico da SAAM Towage, Pablo Cáceres.

A SAAM já tem uma experiência positiva com a Uzmar, que foi a responsável pela construção do rebocador Tsimshian Warrior, o primeiro rebocador IMO TIER 3 da frota da companhia e o primeiro com estas características a operar no Canadá.

Características técnicas

Os novos rebocadores RAstar 3200W têm um comprimento de 32 metros e foram especialmente projetados para satisfazer as exigências das operações no terminal de gás de Acajutla, com capacidade de tração estática de mais de 80 toneladas e uma velocidade de mais de 13,5 nós.

Cada embarcação tem dois motores CAT 3516C de 2350 kW e azimutais Kongsberg US255 FP.

As suas características de projeto, equipamento e construção permitem atender as mais altas exigências da notação “escort” e de combate a incêndios “fire-fighting 1”, de acordo com as normas de classificação Bureau Veritas, juntamente com os mais altos padrões de segurança para operação em terminais GNL, definidas pelo nosso cliente.