Puerto de Manta, 28 de junho de 2019. Em uma manobra formidável, quatro rebocadores da Ecuaestibas – empresa subsidiária da SAAM Towage, localizada no Equador – se deslocaram de diferentes terminais no país para ajudar na atracação do navio hospital da Marinha Americana, USNS Comfort, no Porto de Manta.

Nessa operação especial participaram os rebocadores Guayas II, San Felipe, Taura e Tigre. O objetivo dessa missão era executar com sucesso a atracação de um navio de grande envergadura, com 272,5 metros de comprimento, 32,2 metros de largura e 10 andares de altura. Tudo isso para atender as exigências da Marinha dos EUA, determinando que a operação fosse executada por quatro rebocadores com 3.000 cavalos de força e 40 toneladas de tração (capacidade de tração a um ponto de atracação fixo).

“Participar desta manobra foi um privilégio, tanto pelo ponto de vista humanitário, como também pelo fato de ter sido um caso inusitado devido à necessidade de quatro rebocadores atenderem a um único navio. Isso foi um grande desafio, uma vez que necessitou de uma coordenação logística altamente precisa”, explicou o gerente geral da Ecuaestibas, Juan Alfredo Illingworth.

O executivo acrescentou que durante os dez dias em que o navio hospital ficará atracado en Manta, a embarcação Tigre permanecerá nesse porto. Os outros três rebocadores da Ecuaestibas retornarão posteriormente para ajudar na manobra de desatracação.

O navio USNS Comfort, da Marina Americana, chegou ao Porto de Manta para prestar ajuda humanitária e precisou de apoio de rebocadores que operam em diferentes terminais do país.

Missão humanitária

O USNS Comfort, que faz agora a primeira parada em sua missão de implantação de 2019, está equipado com mil leitos, 12 salas de cirurgia, um laboratório de optometria, um consultório de odontologia, uma farmácia e quatro aparelhos de radiografias, entre outros equipamentos.

Em sua permanência no Equador uma equipe de profissionais de saúde dará assistência às comunidades locais com necessidades de cuidados médicos de urgência, incluindo os venezuelanos que tenham abandonado seu país.